• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© FEMODA/MT Todos os direitos reservados. 

Femoda/MT fecha mais de 22 mi em negócios em três dias de feira

31.01.2017

 A terceira edição da Feira de Calçados, Confecções e Acessórios de Mato Grosso (Femoda/MT) movimentou mais de R$ 22 milhões em três dias de evento. Segundo dados da Associação dos Representantes Comerciais de Mato Grosso, (Assorep-MT), a feira que aconteceu entre os dias de 27 a 29 de janeiro, recebeu um público de mais de 1500 visitantes de Cuiabá e regiões.

 

Ao todo mais de 200 marcas de todo Brasil mostrou as novidades das coleções outono/inverno 2017 entre roupas, calçados e acessórios. De acordo com o presidente da Assorep/MT, Silvio Landin, o evento estimula o empreendedorismo e o desenvolvimento do segmento de comércio e serviços. “Além disso, exerce uma influência positiva sobre os demais setores da economia devido à sua relevância econômica e capacidade de promover emprego e renda”, pontua.

 

A empresária, Marilda de Jesus, representante das marcas Cacau Jeans e Cacau Kids, de Várzea Grande (MT), destaca que a Feira serve para captar mais clientes. “Esta foi a primeira vez que participei da Femoda. Idealizamos uma prospecção clientes novos, além do resgate dos clientes que estavam mais distantes e inacessíveis e estiveram presentes aqui ao evento”, revelou.

 

O comerciante Owanir Carreiro, de São Miguel do Iguaçu (PR), reforça que participa como expositor pela terceira vez da Femoda e considera a iniciativa muito bem-vinda para os lojistas. “Gosto desse tipo de evento que une indústria, representante e lojista. Acredito que isso vai contribui para o sucesso do segmento nesses tempos de crise econômica. Além disso, o espaço reúne todas as tendências para as próximas estações e permite a realização de bons negócios”, declarou

 

Para a comerciante Jackeline Almeida o evento trouxe muita variedade de marcas e produtos. “Nós temos mais opção de escolha é legal para conhecer as novas tendências e a feira facilita na hora da escolha”, garantiu. Mesma opinião da empresária, Kézia Morais. “Essa é a primeira vez que venho à Feira para conhecer as tendências e novidades para a próxima estação, pois, normalmente, os representantes são quem vão até a minha empresa. Porém, esse evento é importante para a demonstração das marcas e as variedades, coisa que eu não tinha acesso”, afirmou.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload