© FEMODA/MT Todos os direitos reservados. 

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Como saber se está na hora de renovar o estoque da loja?

07.01.2016

 

Em algum momento do seu trabalho no varejo, você já deparou com aquela situação chata quando o cliente deseja um produto da sua linha, mas ele está esgotado no seu estoque? Provavelmente sim, não é mesmo?

 

Mesmo que seja regra principal ter tudo aquilo que você oferece sempre à disposição do cliente, sabemos que não é sempre assim que acontece. Essa situação ocorre principalmente se seu comércio não realiza um controle de estoque eficiente.

 

Mas não se desespere! Fizemos esse post para te ajudar, a saber, o momento certo de renovar o estoque da loja e como administrá-lo de maneira eficiente. Acompanhe conosco!

 

Por que a previsão de estoque é tão importante?

 

Erros com a previsão de estoque não é privilégio de pequenas empresas. Pode parecer coisa de amador, mas até a gigante da tecnologia Apple, em 2012, quando foi lançar seu famoso iPhone 5, teve problemas com uma previsão de demanda mal feita.

 

Isso porque, na época, o lançamento do smartphone causou tanto alvoroço que muitas mais pessoas tentaram adquirir o aparelho, se deparando com o tempo de espera muito longo, visto que a Apple não estava preparada para esta demanda.

 

E, como sabemos isso não pega bem para a imagem do negócio, não acha? Mas para não deixar que algo parecido aconteça no seu comércio, listamos algumas dicas abaixo que irão tornar seu controle de estoque mais eficiente. Veja:

 

Tenha um controle rígido

 

Tudo que está disponível no estoque deve estar devidamente registrado, bem como todas as movimentações — entradas e saídas — realizadas. Se você ainda não possui esse tipo de controle, trate de providenciá-lo, realizando inicialmente um inventário para catalogar todos os itens que se encontram no seu estoque no momento.

 

Outro detalhe importante é observar a data de vencimento dos seus produtos, se este for o caso, ou em quanto tempo ficarão obsoletos — eletrônicos e roupas, por exemplo, possuem um período de comercialização.

 

Isso porque, sempre que seu estoque estiver alto, mas com seus produtos chegando ao fim do prazo de validade ou prestes a sair de linha, é interessante realizar uma queima de estoque. Assim, mesmo vendendo-os a um preço mais barato, é possível evitar maiores prejuízos.

 

Estabeleça processos

 

Para evitar falhas e tornar o controle efetivo, você deve estabelecer processos de rotina para atualização do status do seu estoque. Por exemplo, é essencial que sempre que um produto for vendido, você dê baixa dele no seu estoque, para que não aconteça do mesmo item ser vendido duas vezes.

 

Mapeie os fluxos

 

Agora que você já tem seu controle definido, é preciso avaliar o histórico do seu estoque e ter a visão exata dos produtos que possuem maior saída, dos que não saem tanto e de em que época do ano acontece o maior fluxo dessas transações.

 

Uma boa dica para realizar esse processo com mais efetividade é largar mão da velha planilha e utilizar um software de gestão. Esses sistemas são bem interessantes, pois automatizam os processos, dando baixa no estoque de maneira imediata.

 

Além disso, a atividade de administração da loja torna-se integrada e ágil, permitindo que gestor identifique facilmente os produtos mais vendidos e quais itens dão mais lucro. Assim, será possível planejar melhor as compras e definir facilmente o momento de realizar uma liquidação e renovar o estoque da loja!

 

E você, curtiu nossas dicas? Aproveite a 3º Femoda/MT coloque em práticas nossas dicas e renove seu estoque!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload