© FEMODA/MT Todos os direitos reservados. 

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

6 erros que podem esmagar a sua estratégia de vendas.

26.01.2016

Inovação em tecnologia de RH: O futuro da gestão de talentos.

 

 

Além da instituição, a maneira que as pessoas se comunicam e compartilham o conhecimento também tem mudado e se transformado.

 

Pergunte a qualquer um: qual é o segredo de uma empresa bem-sucedida atualmente? Aposto que nove entre dez pessoas dirão “inovação”. O problema é que pouquíssimas pessoas sabem como inovar, ou até mesmo como orientar o processo de inovação dentro das empresas. Embora as organizações globais e mid-market estejam trabalhando o assunto de maneiras completamente diferentes, os líderes de RH devem começar a considerar que o processo de inovação é um caminho sem volta e são eles os principais responsáveis por nortear as mudanças.

 

Além da instituição, a maneira que as pessoas se comunicam e compartilham o conhecimento também tem mudado e se transformado. Uma das inovações no mundo corporativo que já é acessível para muitos são as novas plataformas e ferramentas que incentivam a interação e o engajamento, como aplicativos de recursos humanos para tablets e celulares, que facilitam o recrutamento por meio das mídias sociais e possibilitam que os profissionais de RH tenham outra dinâmica de trabalho e uma melhor visão dos colaboradores.

Aplicativos, mídias sociais e recrutamento

Em 2015, o Facebook atingiu um bilhão de usuários em apenas um dia, portanto, talvez não seja nenhuma surpresa constatar que hoje a rede também é uma ferramenta essencial para buscar oportunidades de trabalho, especialmente para a geração Milênio.

A probabilidade de pessoas abaixo dos 30 anos utilizarem as redes sociais como recurso na busca de emprego é três vezes maior que a de indivíduos acima dos 45 anos. Isso quer dizer que 60% da geração milênio que planeja sair do emprego atual nos próximos três anos utiliza as redes sociais para tal, por isso é primordial que as empresas que pretendem ter esses jovens como força de trabalho passem a utilizar essas mídias.

Em uma pesquisa recente realizada pela ADP Research Institute, “quatro entre cinco empregadores afirmam que a mídia social tem um “impacto de moderado a grande na imagem do empregador”, e cerca da metade acha que ela ajuda a criar estratégias bem-sucedidas a um baixo custo, o que mostra o quão importante é integrar as mídias sociais às soluções de recrutamento.

Na América Latina, 72% dos funcionários entrevistados acreditam que as mídias sociais já se tornaram uma plataforma colaborativa de trabalho, especialmente a geração Milênio, sendo que 81% deles acredita que futuramente estarão preparados para trabalhar de qualquer lugar do mundo, por meio das novas tecnologias que estão cada vez mais fazendo parte do nosso cotidiano.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload